25/05/2010

passado

Pausa:
1 tome um chá não só no horário correspondente ao órgão submisso, ao homem.
Em semissilêncio que bebo café preto enquanto algo de mim se divide pela casa, com pulmões de Saint Hilaire ao fundo e praça de maconheiros que nunca vi entrarem no beco da solidão.
Investidas de close familiar vêm resultando num mimo crescente de sequiosas mãos por briga. mentira: medicina natural requer desempenho vertical? qual a relação entre vida sintética e síndrome de Estocolmo?
Procurada por transanonymous, Soraya (26), refutou amálgama temático com a já famosa lista dos lances que deveriam conciliar-nos:
.
__ criação poética no CCSP

__ V de verso
__ C de coração
__ rap das almas sebosas
__ Alceu Willer beat girrrls/ Hugo/ chá São Francisco
__ 9/3 Jackson (no céu no céu no céu no céu no céu no céu no céu)
__ laudo sptrans
__ almoço maçon/ espírita rosa
__ não funciona
__ Envia as pessoas, balão sobre serpentes, a escola da vida e o sono das semelhanças, que tal?
__ Diversos Querubins
__ só falta comentar o poema de Hugo pra Máfia
__ (Soraya olha pro caderno) Se sente melhor agora? Vou recolher as roupas no varal
__ vou no mercado




2 com r$10 Javier Cortés pôde enfim voltar ao hotel de nome Ícaro, Crackolândia, 00h34.
Com realizada poética das listas, mão ainda dói, não olhe pra trás: (evola rápido, dizem...) Longas pausas antes de convite formal varam madruga inteira, incólumes, pendentes paqueras do Alterego #2: só Rafael Nadal pra ciganizar rebolation com aquela mina (falta ar...) debaixo destes lençóis com furos de cigarro - flui exigência mais do que professoral, restritiva - mais incenso, Rimbaud infinito.



3 Fim de manhã: aparentemente musicada, MariMoon ACORDA DESPEDIDA, Sabrina Sato e atendente do Matilha Cultural se espreguiçam num primeiro momento, mas depois Penelope Jolie manda Soraya pro albergue, pois não há ladra de mp5 melhor que meu amor de chatroulette, agora, (3° copo) está tudo bem com Juracema e filhotes; que saudade dessa noite, que sumiço mais sadio, hein, 19° DP? 

É pura coincidência com final de seriado, hoje sou o que restou da dor, mudei por vc - modo de ser quem sou.
Que a vida me leve afinal, pois a tranquila consciência já esquenta de novo (já volto...)
(algumas xícaras después:)


.
.
horizonte de vozes
.


?
_________________
em 2007 escrevi o poema no céu
sem saber
que a história do pensamento me amava no bar
.
em 2007 escrevi o poema sem amor
num jardim
suspenso de ideias que jejuam na rua
manhã mania
lalaiá _laiá_ lalaiá
.
em 2007 escrevi o poema tentativa
#1 fiozinho brilhando no boteco
de mesa azul
sem te ver
escrita numa pedra, leitura das pessoas
lalaiá _laiá_ lalaiá
.
em 2007 escrevi a verdade
dos homens que praguejam pelas ruas
relações entre fome e título, degolado
o paraíso dos que morrem de assunto, glamourizado
escuro, silêncio, marinho
fininho
fudendo

(o nome do céu, cinema guardado
emagrecendo ladainha)
.
lalaiá

 
. 

.



[update (26/5):]
antes da pedra, aurora.

lalaiá.

Nenhum comentário: